MINHA CRENÇA

Creio que a Bíblia é a palavra inspirada de Deus e a autoridade máxima, revelando que Jesus Cristo é o Filho de Deus. Creio que o Homem é criado à imagem de Deus, para uma vida eterna através de Cristo. Embora todos os homens tenham pecado e careçam da glória de Deus, estando totalmente perdidos sem Cristo, Deus faz a salvação possível através da morte e ressurreição de Jesus Cristo. Creio que arrependimento, fé, amor e obediência são respostas necessárias e adequadas à graça de Deus estendida a nós, e que Deus deseja que todos os homens sejam salvos e venham a ter conhecimento da Verdade. Creio que o poder do Espírito Santo é demonstrado em nós e através de nós para o cumprimento do último mandamento de Cristo: “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura” (Marcos 16.15).

Curso de Teologia

TESTEMUNHO DE CONVERSÃO - CHRIS DURÁN



Chris Durán é um verdadeiro adorador, sua vida foi marcada por uma grande transformação, onde ele deixou todas as glórias do mundo para viver a plenitude da vontade de Deus. Confira abiaxo a entrevista com o cantor e saiba o que Deus está fazendo em sua vida:

Como foi a sua conversão?
Chris Durán: Foi progressiva. Há oito anos, eu era estudante de economia e nem imaginava que iria cantar. Comecei a falar com Jesus.
Já tinha ouvido falar de Jesus porque a religião católica na França é muito
 forte, mas eu queria de certa forma desafiar a Deus e falei: "ouvi muito 
 falar de você mas não te conheço pessoalmente e se você é um Deus 
real dá-me um trabalho que eu possa dar o meu amor e meus dons para o 
mundo inteiro e se você fizer isso Jesus, prometo te honrar durante toda
a minha vida.

"Depois fui para uma discoteca, onde eu lavava copos. Lá pelas quatro da
 manhã um amigo veio e 
disse que no dia seguinte haveria um teste para uma televisão espanhola 
para cantar. Eu nunca 
tinha tido experiência com aquilo e sou tímido, disse que não era para mim.
 E justamente começou
 a vir uma voz dizendo: "Chris você me provou, vá e você verá quem eu 
sou". E eu fui. O produtor do Julio Iglesias me descobriu, meu disco foi 
lançado e foi sucesso em vários países do mundo. 
 Muitos questionam se realmente era a voz de Deus porque como Ele iria
 levar-me a cantar no 
meio secular? Pois digo que sim, o tempo de Deus é algo que muitas vezes
 não compreendemos, 
mas Deus tem seus momentos para nos tocar. Tive um relacionamento 
maravilhoso com Jesus durante os seis primeiros meses, sem conhecer a 
Palavra. Eu falava de Jesus em todas as entrevistas e as pessoas me 
perguntavam se eu tinha uma religião, mas eu não tinha, apenas havia me
fechado num quarto e desafiado a Deus e Ele estava me respondendo.
 Depois de um grande sucesso me afastei completamente dEle, comecei 
a acreditar que eu era bom mesmo.


 Três ou quatro anos depois sofri um acidente de carro e fiquei numa 
cadeira de rodas. A voz voltou me dizendo: "Chris, um dia você me falou
 que queria dar seu amor e seus dons para o mundo inteiro, mas não vai 
ser o seu amor que você vai dar, vai ser o meu amor". Fiquei muito 
envergonhado no hospital, porque eu sabia que havia abandonado a Jesus.
 Voltei para os Estados Unidos e comecei a buscar desesperadamente a
 Deus. No show business a moda é o budismo e eu busquei Jesus no 
budismo, busquei em várias religiões até que meu trabalho voltou a seguir, 
eu estava tendo muito sucesso, mas sentia um vazio muito grande. Um dia
 estava em meu quarto, em Miami, vendo a TV e o pastor Benny Hynn 
estava pregando. Deus falou completamente comigo, os paralíticos se 
levantavam e cegos eram curados e uma visitação muito poderosa entrou 
no meu quarto, chorei muito e vi que Deus estava ali. É muito difícil para 
uma pessoa famosa entrar para uma igreja, só pode ser por Deus. Cruzando
 a rua, em frente a minha casa, havia uma igreja evangélica, mas eu não
 sabia. Acordei de manhã cruzei a rua e vi "Ebenezer", e pensei: "Isso deve 
ser uma seita, não vou, nem pensar". E a voz do Espírito Santo veio e me 
falou para entrar, eu não queria de jeito nenhum.


 Foi tão forte que eu entrei. Perguntei se tinha algum padre ali e eles me 
responderam que tinha pastor. Simplesmente, pisei naquele chão e a 
adoração imediatamente me tocou, eu cai, chorando como um menino de 
cinco anos e não parei, sem exagero, durante duas horas, prostrado, 
quebrantado. As pessoas tiveram muita sabedoria para me orientar e me 
proteger. Depois disto eu 
nunca mais fui o mesmo, conheci Jesus em sua plenitude, conheci sua palavra.
 Depois foi uma luta com meu empresário. Comecei a ir à igreja escondido 
porque eu não tinha direito por causa da gravadora. Foi um grande sofrimento 
e até que recebi uma carta do meu empresário dizendo que se eu continuasse 
a buscar esta religião ele destruiria minha carreira e me arruinaria. Foi do inferno 
mesmo. Quando recebi este papel pensei em desaparecer e fugi dos 
Estados Unidos. Vim para o Brasil onde uma família cristã me acolheu. Durante um
ano e meio eu engoli a palavra de Deus. Foi um dos melhores anos da minha vida.
 Deixei tudo para servir a Deus.

Como os fãs reagiram quando descobriram que você havia se convertido?
CD: Por um lado muito positivo, a presidente do fã clube da Argentina se converteu.

 Eu a levei na gravação do Diante do Trono e ela chorava muito, ela entregou sua 
vida a Jesus. Outras ficaram decepcionadas porque eu não era mais o Chris galã, 
 sedutor. Mas muitos se converteram. Hoje em dia estou surpreso. Estivemos 
 recentemente em Jundiaí para uma apresentação e vimos umas 500 vidas que foram
 lá por causa do meu nome e viram um discípulo de Jesus, foi maravilhoso.

Como você se tornou um adorador de Deus tão profundo?
CD: Talvez seja mais difícil para uma pessoa que nasceu no evangelho e está numa

 rotina, mas para quem foi do mundo realmente no pior aspecto e que entrega sua 
vida verdadeiramente a Jesus, é muito fácil ser um adorador. Tem uma parábola de 
 Jesus que fala sobre várias pessoas que tinham dividas com relação ao rei e quem 
tinha muitas dividas amou muito mais aquele que perdoou suas dividas. No meu caso
 eu tinha muitas dívidas e meu amor por Jesus é muito grande.

Nunca desanimou?
CD: Graças a Deus não. O fogo está crescendo mais a cada dia.

O que é preciso para sempre manter esta chama acesa?
CD: Primeiramente ter o cuidado de não ouvir algumas coisas que falam. É vigiar, é 

ter constância, é jejuar, acho que uma das grandes chaves é o jejum.

Alguém já tentou se aproveitar da sua fama para promover sua igreja?
CD: Muito, isso acontece muito. Mas graças a Deus estou muito firme, tive muitas 

oportunidades de me decepcionar com homens dentro da igreja, mas com a 
maturidade de hoje entendo que o joio e o trigo andam juntos. Às vezes sinto muito
 mais facilidade de falar com pessoas do mundo do que com alguns evangélicos.
 Uns não são humildes ou suas motivações não são puras e não têm nada de cristão.
 Infelizmente, hoje são poucos os que têm compromisso. Tem um senhor que morreu faz 
pouco tempo e antes de morrer ele teve um sonho, e Deus mostrou para ele uma rocha 
e uma flor em cima e ele perguntou para Jesus o que era e Jesus respondeu: "a rocha 
sou Eu e a flor é você".


 É muito raro um pastor fiel, que cuida das ovelhas e que tem o seu ministério, é muito 
rara esta florzinha. E como nós seremos todos cobrados por Deus pelos dons que Ele 
nos deu, então tenho muito cuidado.

Se você for pastor será que tipo de pastor? Uma florzinha na rocha?
CD: Ah, sim. Dos ministérios o de pastor deve ser o mais difícil, porque um pastor de 

verdade dá sua vida mesmo. Eu acredito que vá ser, num momento na minha vida
Deus vai colocar este ministério. Eu amo muito as pessoas.

Como a sua esposa Poliane entrou na sua vida?
CD: Na época que retornei para Jesus, eu tinha um relacionamento com uma pessoa 

daqui do Brasil e Deus falou claramente que não era ela. Lembro-me de pegar o telefone
 e terminar com ela, falei que Deus tinha mandado. Ela me chamou de maluco, de fanático.
 Não foi tão fácil, mas eu fiz assim e eu chorei muito. Estava orando e o Espírito Santo me
 falou para pegar uma caneta e escrever. Ele me falou do jeito que eu iria encontrá-la e 
come ela era. Eu pedi que antes que a visse o Espírito Santo me avisasse para não errar.


 Um dia estava fazendo uma apresentação e, quando acabou, eu estava no camarim
 agradecendo a Deus, com a cabeça no chão e de repente, o Espírito Santo me fala:
 "Olha quem vem!" Levantei a cabeça, ela estava na minha frente e eu fiquei meio pasmado
 porque achei ela bonita, meu estilo... Tem que ser espiritual, mas também tem que gostar...
 Lógico, né! Conversei com ela um pouco, depois eu liguei para ela e Deus falou que ela era
 a esposa para mim. Namoramos por sete meses e nos casamos. Foi muito rápido, mas quando
 sabemos que é do Espírito não há porque esperar. Estamos casados há quase dois anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário