MINHA CRENÇA

Creio que a Bíblia é a palavra inspirada de Deus e a autoridade máxima, revelando que Jesus Cristo é o Filho de Deus. Creio que o Homem é criado à imagem de Deus, para uma vida eterna através de Cristo. Embora todos os homens tenham pecado e careçam da glória de Deus, estando totalmente perdidos sem Cristo, Deus faz a salvação possível através da morte e ressurreição de Jesus Cristo. Creio que arrependimento, fé, amor e obediência são respostas necessárias e adequadas à graça de Deus estendida a nós, e que Deus deseja que todos os homens sejam salvos e venham a ter conhecimento da Verdade. Creio que o poder do Espírito Santo é demonstrado em nós e através de nós para o cumprimento do último mandamento de Cristo: “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura” (Marcos 16.15).

Curso de Teologia

DESCOBRINDO O MEU CHAMADO



    “Ora, há diversidade de dons, mas o Espírito é o mesmo. E há diversidade de ministérios, mas o Senhor é o mesmo. E há diversidade de operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos. Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um, para o que for útil. ”
I Coríntios 12:4-7
     À medida que vamos conhecendo igrejas e ministérios e nos inteirando das dificuldades enfrentadas por cada um, tenho a consciência mais clara de que o primeiro desafio a ser vencido se refere ao chamado ministerial.
     O que mais vemos por aí são pessoas certas nos lugares errados. Sabe o que isso significa? Pessoas que têm um coração sincero para servir a Deus e fazer a Sua obra, mas que estão atuando no lugar errado. Essa pessoa que atua no lugar errado sempre se sente como “um peixe fora do aquário”, nunca se sente confortável, e o trabalho no ministério para ela é feito com muito esforço.
     Temos muitos exemplos na Bíblia de pessoas que cumpriram seu ministério debaixo da graça de Deus porque estavam no lugar certo. Eu poderia citar Gideão. Ou Elias. Ester. Isaías. Jeremias. Homens e mulheres que entenderam o propósito de suas vidas e estavam no lugar certo.
     Quando estamos no lugar certo, temos um sentimento de paz no espírito. Vemos a mão de Deus operando, direcionando, guiando. Mas quando você está no lugar errado, toda essa paz interior desaparece. Parece que tudo tem de acontecer com muita dificuldade. É um esforço diferente da fé e da perseverança que acompanham os ministérios frutíferos. O ministério se torna um fardo, e tanto você quanto as pessoas à sua volta percebem que existe algo errado.
     Mas como descobrir o chamado específico de Deus em minha vida? Quero apresentar aqui três passos que nos ajudam a entender e a discernir o chamado de Deus em nossas vidas.

1.Orando e jejuando 
     Na vida cristã não existe atalho. A primeira forma de saber de Deus qual é o nosso chamado, seja ele em que área for, é buscando a Sua presença. É com muita oração que ouvimos a voz de Deus. É jejuando que nos tornamos mais sensíveis à Sua voz.

2. Olhe para os seus talentos naturais
     A Bíblia nos diz no Salmo 139 que, antes mesmo que nascêssemos, todos os nossos dias já estavam escritos. Deus plantou em cada um de nós talentos, habilidades que Ele sabe que são necessários para cumprirmos o propósito d'Ele em nossas vidas.

3. Tente, experimente e esteja disposto a errar
     Muitas pessoas não descobrem o seu lugar ministerial porque não estão dispostas a se expor e a errar. Ficam sempre na sua zona de conforto, não querendo ser repreendidas por ninguém. Mas para descobrirmos o nosso lugar precisamos nos expor.
Lembre-se: um ministério frutífero é composto por pessoas certas que estão nos lugares certos. Descubra o seu lugar!
(Retirado do livro “Mergulhando na Adoração” de Renato Marinoni )

Nenhum comentário:

Postar um comentário