MINHA CRENÇA

Creio que a Bíblia é a palavra inspirada de Deus e a autoridade máxima, revelando que Jesus Cristo é o Filho de Deus. Creio que o Homem é criado à imagem de Deus, para uma vida eterna através de Cristo. Embora todos os homens tenham pecado e careçam da glória de Deus, estando totalmente perdidos sem Cristo, Deus faz a salvação possível através da morte e ressurreição de Jesus Cristo. Creio que arrependimento, fé, amor e obediência são respostas necessárias e adequadas à graça de Deus estendida a nós, e que Deus deseja que todos os homens sejam salvos e venham a ter conhecimento da Verdade. Creio que o poder do Espírito Santo é demonstrado em nós e através de nós para o cumprimento do último mandamento de Cristo: “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura” (Marcos 16.15).

Curso de Teologia

Contando mentiras em nome de Deus


Achei essa mensagem ótima, pois louvo a Deus por existe Pessoas com essa visão, pois a cada dia que passa os verdadeiros Adoradores que adoram em Espírito e Verdade estão ficando em Extinção. 
Infelizmente existi uma banda podre que se nega a pregar a verdadeira palavra de DEUS.  Pois bem sabemos que o Reino de Deus não e comida ou bebida mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo...
Muitos tentam incutir nas pessoas uma teologia da prosperidade onde quanto mais se da mais se recebe. Isso e mentira pois Deus não precisa do seu dinheiro quando se prega que devemos dar nosso melhor para Deus e nos doar completamente para o Senhor de corpo e alma, pois Deus quer um coração puro.. Pois a própria palavra nos adverte que e mais fácil um camelo passar por um buraco de uma agulha do que um rico herda o Reino de Deus...
Que Deus levante pregadores do verdadeiro evangelho. Que tenham paixão pelas almas, a tal ponto de falar toda a verdade, mesmo que isso signifique que sejam perseguidos, mortos ou ignorados.
  
Contando mentiras em nome de Deus

Muitos pregadores modernos estão flexibilizando a mensagem da cruz a fim de conseguir um número maior de pessoas.
Alguns dizem: palavras como pecado, ira de Deus, inferno, afastam as pessoas. Não precisamos usar essas palavras.
Se falarmos apenas do amor de Deus teremos mais pessoas aceitando o evangelho.
Tenho visto, até mesmo em igrejas sérias, inclusive a minha, mensagens que serviriam tanto para cristãos,
quanto budistas, quanto muçulmanos, quanto judeus.
Muitos pregadores querem apenas alcançar o máximo de pessoas, mesmo que isso as leve para o inferno, pois estão contando mentiras.

Outros se enveredam para a prosperidade, onde colocam o aqui e o agora acima da eternidade e da vontade de Deus.
O que aconteceu com o caminho estreito?
Com o tomar a cruz e seguir a Jesus?
O que aconteceu com o negue-se a si mesmo?

Adaptar o evangelho de maneira que seja agradável aos ouvidos é negar o evangelho.
Pois este levará a pessoa a ser confrontada pelo seu modo de viver pecaminoso e apontará para Jesus.
As boas-novas do Evangelho são que Cristo morreu no nosso lugar para nos livrar da morte e do pecado. Iríamos sim para o inferno se não fosse por Jesus.

Porém, se flexibilizo o evangelho e quero apenas não afastar as pessoas com mensagens duras, isso significa que não estou preocupado com o destino eterno de suas almas, e sim com minha popularidade e se serei aceito.
Que Deus levante pregadores do verdadeiro evangelho.
Que tenham paixão pelas almas,
a tal ponto de falar toda a verdade,
mesmo que isso signifique que sejam perseguidos,
mortos ou ignorados.

Fonte: blog Somente a Graça

Nenhum comentário:

Postar um comentário