MINHA CRENÇA

Creio que a Bíblia é a palavra inspirada de Deus e a autoridade máxima, revelando que Jesus Cristo é o Filho de Deus. Creio que o Homem é criado à imagem de Deus, para uma vida eterna através de Cristo. Embora todos os homens tenham pecado e careçam da glória de Deus, estando totalmente perdidos sem Cristo, Deus faz a salvação possível através da morte e ressurreição de Jesus Cristo. Creio que arrependimento, fé, amor e obediência são respostas necessárias e adequadas à graça de Deus estendida a nós, e que Deus deseja que todos os homens sejam salvos e venham a ter conhecimento da Verdade. Creio que o poder do Espírito Santo é demonstrado em nós e através de nós para o cumprimento do último mandamento de Cristo: “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura” (Marcos 16.15).

Curso de Teologia

À ESPERA DA AMADA (O)

O fato não é tanto esperar, mas esperar com paciencia!




Estamos próximos da época mais romântica do ano: o Dia dos Namorados. É um dia de muito romantismo para uns, mas para outros um dia de imensa frustração, solidão e uma série de sentimentos misturados.


É uma época também em que nós, solteiros, ficamos muitos sensíveis sentimentalmente e se não temos nossa visão no alvo que é Jesus Cristo, deixamo-nos levar pelas circunstâncias, pelas pessoas e pela pressão da sociedade. É uma época em que também o diabo, nosso adversário, trabalha incansavelmente para iludir muitos cristãos para afastá-los da presença do Pai, lançando mentiras e com relacionamentos totalmente contrários a Palavra de Deus.
Às vezes, eu também pergunto: “Quando virá o minha amada? Como será ela?” Porém, quando penso em todas essas coisas, lembro-me da palavra no livro de Jeremias, capítulo 29.11-12: “Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais. Então me invocareis, e ireis, e orareis a mim, e eu vos ouvirei.” Deus tem sempre o melhor, quem já não ouviu isso? Mas o segredo é: você está disposto a fazer o quê para receber o melhor de Deus?
Todos, principalmente os solteiros, deveriam ler o livro “Romance a maneira de Deus”, de Eric e Leslie Ludy. É um livro que indica como é uma vida que espera não somente em Deus, mas pelo melhor dele. Cuidado com relacionamentos pela Internet. Cuidado com namoros fora da vontade de Deus, isso pode custar suas emoções, algum tempo de cura interior e, principalmente, põe em risco sua vida com Deus. Não aceite que aquela irmã(o) bonitinha(o) e simpática(o) venha com palavras doces para lhe envolver. Veja a vida espiritual dessa pessoa. A vida dela vale muito mais do que meras palavras doces. E isso vale para qualquer relacionamento. Eu mesmo aprendi a não aceitar menos que o melhor de Deus na minha vida, mesmo que isso me custe ficar solteiro. Vamos tomar uma posição de homens e mulheres valorosos de Deus e para Deus. Precisamos nos desafiar a orar – sem medo – para ver o agir de Deus se quisermos ter o fim que esperamos. Precisamos crer nas promessas dele e, principalmente, fazer o que não queremos ou achamos que não podemos fazer: esperar com paciência.


A palavra “esperar” significa “confiar, ter esperança, ficar a espera”. Paciência é uma virtude que consiste em suportar dores, infelicidade, males. Por isso é tão difícil esperar! O fato não é nem tanto esperar, mas sim esperar com paciência. Porque a paciência traz dores e as dores vêm justamente para nos moldar, nos fazer amadurecer e crescer na presença de Deus. Esperar com paciência pelo amado(a), é estar disposto(a) a enfrentar qualquer circunstância que nos traga dores; é amá-lo(a) e ser fiel a ele(a) mesmo sem conhecê-lo(a) e, mesmo assim, crer que Deus fará tudo segundo a sua vontade. Quando esperamos com paciência, Deus se inclina, Deus nos ouve e no final, o glorificamos!
Não importa quantos anos você tenha, na mão de Deus está todo o controle. Se você deseja alguém na sua vida, queira alguém que seja conforme 1 Coríntios 13. Não aceite menos que isso. Peça a Deus, consciente, de que o “sim” e o “não” caberá somente a ele. Nossa função é estar na vontade dele, pois o melhor ele fará por nós. Deus nos dá tudo o que precisamos e não o que achamos que precisamos. Quem sabe você teve um relacionamento traumático com alguém; quem sabe se naquele momento tão esperado, acabou acontecendo o pior... Certa vez Rick Warren, um escritor cristão, disse que “das nossas maiores dores, surgem nossos ministérios mais eficientes”. Por isso, seja você solteiro ou até mesmo casado, o que realmente importa é uma vida de experiência e intimidade com Deus. É saber que quando tudo ao nosso redor diz “não”, o Senhor diz “sim”. É uma vida firmada na Palavra e no cumprimento de suas promessas. Pode ser que você já tenha esperado e foi abençoado com um cônjuge, mas para aqueles que ainda estão à “espera de um milagre”, quero dizer que este é um dos melhores momentos da nossa vida. É um momento em que podemos fazer para Deus tudo e mais um pouco, além de passar mais tempo com os nossos familiares e amigos. É um tempo em que a juventude parece durar mais (risos) e é quando vivemos literalmente para a glória de Deus!


Claro que nem tudo é cor de rosa. Chegará o momento (se já não chegou para você) em que passaremos por situações delicadas como a terrível ansiedade, solidão, sexualidade reprimida, pressão das outras pessoas dizendo que só é feliz quem é casado. Parece que o mundo é voltado somente para os casais (que mentira!). É um momento em que somos desafiados a ter uma vida única e exclusivamente dependente de Deus É quando somos provados a amar e a ser fiel a Deus, acima de todas as coisas, e a colocarmos nossa confiança somente nele. Quando passamos desse “estágio”, o próprio Deus verá a necessidade de nos unir a uma outra pessoa.
Não caia na armadilha de que só se é feliz quando se está acompanhado. Por causa disso, muitos caem na onda do “ficar” – com relacionamentos fora do plano de Deus tendo no final, como recompensa, uma vida de insegurança, feridas na alma devido ao medo de ficarem sozinhos.
Existe um propósito definido por Deus para cada uma de nossas situações e, claro, independentemente do que você deseja, se casar ou não, Deus traz paz ao nosso coração. Precisamos apenas ter em mente o que o Senhor tem para nós e aceitar a vontade dele. Se buscarmos ao Senhor, o acharemos. Quando nos sentirmos em conflito por causa da pressão exterior, devemos correr para os seus braços, pois ele vai suprir cada uma das nossas necessidades.


No salmo 40.17, o salmista diz: “Eu sou pobre e necessitado, porém o Senhor cuida de mim; tu és o meu amparo e o meu libertador; não te detenhas, ó Deus meu.” Existem pessoas que são pobres emocionalmente, pobres sentimentalmente, mas está escrito: “O Senhor cuida de mim”. Ele cuida de você, de nós, porque só Deus é o nosso amparo, só nele podemos nos esconder quando o mundo nos oferece momentos de prazer que nos levam a uma lenta e cruel morte espiritual, cujo preço está em jogo: a nossa salvação. Ele é o nosso libertador. Portanto, se você precisa de libertação em alguma área de sua vida, especialmente na área sentimental, Deus é o socorro bem presente. Ele quer que tenhamos nosso corpo, nosso coração e nossa mente puros para ele e para aquele que tanto desejamos encontrar. Não entreguemos estes bens tão preciosos a qualquer pessoa. Confie no tempo dele!
“Ora, quem é que vos há de maltratar, se fordes zelosos do que é bom? Mas, ainda que venhais a sofrer por causa da justiça, bem–aventurados sois. Não vos amendronteis, portanto, com as suas ameaças, nem fiqueis alarmados; antes, santificai a Cristo, como Senhor, em vosso coração, estando sempre preparados para responder a todo aquele que vos pedir razão da esperança que há em vós, fazendo-o, todavia, com mansidão e temor, com boa consciência, de modo que, naquilo que falam contra vós outros, fiquem envergonhados os que difamam o vosso bom procedimento em Cristo.” (1 Pe. 3.13-16.)
“Esperei com paciência no Senhor, e ele se inclinou para mim, e ouviu o meu clamor.” (Sl. 40.1.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário